Blog

Notícias e novidades da Octane e do mundo automotivo

Quatro raridades do universo automobilístico

Existem modelos que são restritos a algumas regiões, outros, reproduzidos pouquíssimas vezes. Todos, no entanto, despertam curiosidade e admiração por onde passam

Ferrari LaFerrari

Large Image_138

Batizada de LaFerrari, o supercarro híbrido tem um dos designs mais bonitos entre os veículos atuais – e é um dos raros a não ser desenhado pelo estúdio Pininfarina, responsável por boa parte dos modelos da montadora.

A justificativa para que o carro custe 1,4 milhão de dólares é que ele vem com boa parte da tecnologia empregada nos carros de F1.

A LaFerrari tem um motor de 12 cilindros em V equipado com KERS (o sistema de recuperação de energia cinética) e um motor elétrico, que juntos geram aproximadamente 950 cavalos de potência e são responsáveis por gerar este som espetacular:

Além de tudo isso, apenas 499 unidades foram produzidas – e todas elas foram vendidas mais rápido do que a própria montadora esperava.

Camaro ZL1 1969

da0913-165421_12

Partindo para modelos antigos, temos o Camaro ZL1 1969, que, devido a sua raridade, pode valer até $1 milhão de dólares em qualquer leilão hoje em dia.

Atualmente, o modelo, que é topo de linha da General Motors, possui motor 6.8 V8, que também faz parte da mecânica do Corvette Z06.

O que mais chama a atenção no novo visual é o capô com novo extrator de calor de fibra de carbono, que contribui para a diminuição do peso total, garantindo, assim, melhor performance do veículo. O interior manteve o desenho das edições anteriores, mas agora tem bancos Recaro e um volante de base chata revestido de camurça. O acabamento também está presente na alavanca de câmbio.

O ZL1 é perfeito para quem quer experimentar a sensação e potência de um carro de corrida nas ruas da cidade.

Lamborghini Veneno

2015-Lamborghini-Veneno-Roadster-750x422

A Sesto Elemento não foi o suficiente para satisfazer a sede da Lamborghini por um hipercarro. Por isso, eles resolveram produzir algo ainda mais insano e com um nome pra lá de sugestivo: Veneno.

Baseado no Aventador e construído para celebrar os 50 anos da marca, o carro tem um design que transpira agressividade e esportividade, e tudo isso sem deixar de ser extremamente funcional: é preciso muita aerodinâmica para manter os 740 cavalos da Veneno no chão.

O preço é por conta da exclusividade: foram cinco unidades produzidas, sendo que duas ficaram com a própria Lamborghini e três foram vendidas.

Dodge Viper

2017-Dodge-Viper-GTC-front-three-quarter-in-motion

A história do Dodge Viper começou em 1989, quando a Chrysler foi ousada o bastante para mostrar um conceito com motor de dez cilindros. O motor do Viper ficou, com o passar do tempo, cada vez maior e mais potente — hoje, são 8,4 litros e 650 cv.

Assim como o ZL1, algumas partes da carroceria também apresentam fibra de carbono, para que o automóvel, apesar de seu tamanho, apresente boa performance de velocidade.

Uma das curiosidades sobre o modelo é que a frente do carro se ergue e revela motorzão em alumínio “travado” por barras de magnésio.

O motor é um V10 de 8,4 litros, que gera quase 650 cavalos e torque de 83 kgfm.

O Dodge SRT Viper foi produzido em pequena quantidade, com apenas alguns exemplares pelo mundo, e tem preços que vão de US$ 102.500 a US$ 125 mil, exclusivamente para o mercado norte-americano.

Leave comments

Your email address will not be published.*



You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Back to top